Notícias

Manual de Treinamento em Vigilância Sindrômica busca estreitar a comunicação entre os serviços de saúde e a Vigilância

20 de fevereiro de 2017

A Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais e a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte lançam Manual de Treinamento em Vigilância Sindrômica

“A comunicação entre os serviços e a Vigilância nem sempre é tão rápida como necessário. Historicamente, vários fatores influenciam essa falta de agilidade, como demora na confirmação do diagnóstico, sobrecarga do serviço, burocracia operacional e imagem da Vigilância como um processo burocrático, entre outros.

Com o objetivo de agilizar este trabalho e fortalecer as ações de vigilância de surtos, o Ministério da Saúde fundou em 2006 o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS). Este movimento foi seguido pelos estados e principais capitais do país, que contam com estrutura de Vigilância Epidemiológica que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Em Minas Gerais, as doenças e agravos de notificação imediata podem ser comunicados ao CIEVS Minas pelo e-mail: notifica.se@saude.mg.gov.br ou pelo telefone (31) 9744-6983. Em Belo Horizonte, as notificações podem ser feitas às Gerências Regionais de Epidemiologia (GEREPI), após as 18 horas, nos finais de semana e feriados, as notificações devem ser feitas para o CIEVS BH, por meio do telefone (31) 8835-3120.

Com o objetivo de orientar os diagnósticos das doenças infecciosas que podem representar risco para a população e estreitar ainda mais a comunicação entre os serviços assistenciais e a Vigilância, o CIEVS Minas, com a colaboração do CIEVS BH, desenvolveu este Protocolo de Abordagem Clínica e de Vigilância Sindrômica”.

Acesse a íntegra do Manual.

Trecho adaptado Introdução Protocolo de Abordagem Clínica e de Vigilância Sindrômica

Copyright © 2017 - AMECI