Notícias

Limpeza terminal das unidades de saúde e processamento de artigos em caso de atendimento de pacientes suspeitos de sarampo

Nota Técnica nº 17/2019 – Sarampo
CIEVS/GVIGE/DPSV/GEAPS/GEIAS/DIAS/GSEIS/DVSA/SMSA/PBH

Esta Nota Técnica enfoca a limpeza e desinfecção de superfícies e artigos após o atendimento de caso de sarampo.

1. Introdução
Com o surgimento de casos suspeitos de sarampo, o risco de reermergência do agravo no município de Belo Horizonte e devido ao alto índice de transmissão e contágio, medidas de controle são necessárias para a prevenção da circulação da doença.

O paciente transmite o vírus desde seis dias antes do exantema até quatro dias após. O período de incubação geralmente é de
10 dias, podendo variar de 7 a 21 dias.

A transmissão ocorre diretamente de pessoa a pessoa, por secreções nasofaríngeas expelidas ao tossir, espirrar ou falar. Microgotículas podem permanecer suspensas no ar por até duas horas.

Dessa forma, procedimentos se tornam imprescindíveis para a segurança dos profissionais e usuários.

 

Leia a nota técnica na íntegraclique aqui

Copyright © 2017 - AMECI